Planilha indica mais um repasse via caixa dois a Onyx Lorenzoni

Documento entregue por delatores se refere à campanha de 2012, quando futuro ministro já comandava DEM-RS

Onyx Lorenzoni | Foto: Alex Ferreira

Lívia Barbosa

Delatores da JBS entregaram planilha à Procuradoria-Geral da República que sugere uma segunda doação eleitoral via caixa dois ao deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil. Vale lembrar que Onyx já tinha confessado o recebimento de R$100 mil não declarados na campanha de 2014.

Documento revelado pela Folha de S. Paulo mostra que Lorenzoni teria recebido a quantia de R$100 mil em espécie no dia 30 de agosto de 2012, durante eleições municipais. Nesse ano ele não concorreu a cargo eletivo, mas a sigla da qual era presidente (DEM-RS) apoiou vários candidatos.

O ministro do STF, Edson Fachin, determinou a instauração de petição autônoma para apurar as suspeitas de contribuições ilegais a 36 políticos, entre eles Onyx Lorenzoni. Os pagamentos estão sendo investigados pela Procuradoria por ordem de Fachin.

Caso a petição autônoma aponte elementos suficientes, pode resultar em pedidos de quebras de sigilos, prisões e apresentação de denúncia.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.