Planalto, STF e Congresso decidem assinar pacto para retomada do crescimento

Em reunião no Palácio da Alvorada, Bolsonaro, Maia, Alcolumbre e Toffoli discutem metas e fecham acordo

Foto: Marcos Corrêa/ Presidência da República

Os presidentes dos três Poderes da República decidiram nesta terça-feira, 28, que irão assinar um pacto com um conjunto de metas e ações possivelmente na semana do dia 10 de junho. A declaração foi dada à imprensa pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, após o presidente Jair Bolsonaro receber no Palácio da Alvorada os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM); do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), e do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli.

“Da reunião de hoje se consolida a ideia de que se formaliza um pacto de entendimento e algumas metas de interesse da sociedade brasileira a favor da retomada do crescimento”, disse Lorenzoni.

O pacto prevê união dos esforços entre os três poderes em torno de uma agenda com cinco pontos: reformas da Previdência, reforma tributária, desburocratização, pacto federativo e segurança pública.“ Todos querem construir um caminho, como a gente diz, que possa passar o portal do equilíbrio fiscal e aí, ir para o caminho da prosperidade que é o que todos nós desejamos”, ressaltou o ministro.

Segundo Lorenzoni, o pacto será construído em comum acordo entre os Poderes, sendo que o texto base já foi apresentado nesta terça durante o encontro, “praticamente validado por todos”. Ele observou ainda que o texto inicial é do presidente da Suprema Corte. (Com informações do Estadão)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.