Pit dogs são reconhecidos como patrimônio cultural de Goiânia

Prefeito Rogério Cruz sancionou lei, de autoria da vereadora Sabrina Garcez, na tarde desta terça-feira, 08. Os pit dogs geram cerca de 25 mil empregos na Capital

O prefeito Rogério Cruz sancionou, na tarde desta terça-feira 08, a lei municipal que reconhece os pit dogs como patrimônio cultural e imaterial de Goiânia. O evento de assinatura foi restrito, no Paço Municipal, e contou com a presença de representantes do SindPitDog, parlamentares, secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, entre outros membros da gestão.

“Quem em Goiânia nunca comeu um pit dog não sabe o que está perdendo”, declarou o prefeito Rogério Cruz, que também ressaltou a importância da Lei para a valorização e reconhecimento de tantas famílias que trabalham nesses locais. “Goiânia já deveria ter tido essa lei há muitos anos. Os nossos pit dogs são citados em todo o Brasil”, lembrou o prefeito.

Presidente do SindiPitDog, Ademildo Godoi destacou que os pit dogs geram cerca de 25 mil empregos na Capital. “Hoje é um dia muito alegre para nós, donos e trabalhadores de pit dogs. Eu trabalho no ramo há 28 anos, é um segmento pequeno, mas que movimenta muita renda e o prefeito foi muito sensível desde quando ainda era vereador e já defendia a nossa causa”, celebrou o representante da classe.

A autora do projeto de Lei, vereadora Sabrina Garcez (PSD), também comemorou a sanção da lei. “Além de ser uma atividade econômica, os pit dogs fazem parte da vida do goianiense. Eu sou um exemplo, já que desde pequena saía da missa, do estádio, celebrava aniversários e sempre ia comer pit dog com a família. É assim até hoje”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.