Governo do estado abriu linha de crédito para empresários do ramo

Donos de pit dogs de Goiânia alegam estarem passando por um período bastante complicado para a manutenção de seus negócios, devido à pandemia. De acordo com Ademildo de Godoy, presidente do Sindicato dos Pit Dogs de Goiânia (Sindpit-Dog), o governo liberou uma linha de crédito do programa Goiás Fomento no valor de R$ 5 mil reais para alguns dos empresários do ramo.

“Só em Goiânia nós temos mais de 10 mil pessoas que trabalham nesse ramo. Sabemos que o governo quer nos ajudar e por isso pedimos uma flexibilização ao acesso às linhas de crédito”, reitera o presidente do Sindipit-Dog.

O presidente do Sindipit-dog afirma ainda que os donos desses estabelecimentos vêm procurando as mais diversas alternativas para conseguirem manter seu sustento, como o serviço de delivery, empréstimos e até mesmo a contração de dívidas por conta disso. Segundo ele, no ano passado, muitos desses empresários possuíam uma reserva de capital, da qual já não dispõem mais.

Um dono de pit dog que prefere não ser identificado, destaca que durante esse período de pandemia, seu quadro de funcionários diminuiu, pois algumas das pessoas que trabalhavam em seu estabelecimento optaram por pedir demissão, o que segundo ele, implicou em gastos a mais.

“Eu não consegui fazer o acerto à vista com alguns deles e precisei parcelar isso. O salário do funcionário precisa continuar o mesmo e o valor dos produtos necessários também aumentou. Enquanto isso, o  faturamento caiu cerca de 60%”, afirma o microempresário.

“Eu estou conseguindo pagar as contas do meu estabelecimento e os meus funcionários porque vendi um veículo que tinha e investi o dinheiro dessa venda aqui. Quando esse valor acabar, tudo volta para o vermelho e nós não temos uma previsão de quando tudo irá se normalizar. E isso só vai melhorar com o fim da pandemia.”, destaca o dono do pit dog.

Crédito

Na semana passada, o governo de Goiás anunciou que os proprietários de pit dogs também estão contemplados com o acesso à linha de crédito especial com juro zero, dentro do Programa Estadual de Apoio ao Empreendedor (Peame). O programa foi lançado pelo governador Ronaldo Caiado no dia 16 e faz parte do pacote de medidas de apoio às empresas e às famílias em situação de vulnerabilidade, nesta segunda onda da pandemia da Covid-19.

Os empreendedores desse segmento, que só em Goiânia somam 500 pit dogs, podem pleitear financiamento do Crédito Peame MEI/Autônomo, com limite de até R$ 5 mil, carência de 6 meses e prazo de pagamento de até 24 meses.

De acordo com o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, como garantias do empréstimo, eles vão poder contar com o apoio do Fundo de Aval do Estado. O desembolso será feito em parcela única, por meio do Cartão GoiásFomento.