Piora estado de saúde de gêmeas siamesas que nasceram no Materno Infantil

Irmãs seguem internadas na UTI da unidade hospitalar e respiram com ajuda de aparelhos

O Hospital Materno Infantil (HMI) informou, na manhã deste sábado (25/4), que piorou o estado de saúde das gêmeas siamesas nascidas no dia 22 de abril, na unidade. As irmãs seguem internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do hospital e respiram com ajuda de aparelhos.

As crianças nasceram com 38 semanas e são unidas pelo tórax e abdômen, compartilhando o coração e o fígado. Segundo a equipe médica, ambas possuem 47cm e pesam 2.340kg. A mãe, Vânia Prates Corpórea, de 29 anos, permanece internada  em uma enfermaria da maternidade e seu estado de saúde é bom, mas ainda não há previsão de alta.

Deixe um comentário