Pilotos e comissários anunciam greve

Categoria reivindica reajuste salarial que contemple a reposição das perdas inflacionárias nos últimos dois anos

Quem tem voo marcado a partir da próxima segunda-feira, 29, deve se preparar para atrasos e cancelamentos. As empresas aéreas funcionarão com metade de seus pilotos e comissários de bordo, conforme decisão da categoria aprovada em assembleia. A categoria vai entrar de greve por tempo indeterminado. O anúncio foi feito pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA).

“Em cada dia de greve serão mantidos 50% dos aeronautas em serviço. Metade dos tripulantes estará disponível em um dia; a outra não. Os indisponíveis no primeiro dia serão os mais antigos em termos de senioridade. No dia seguinte, estarão indisponíveis os mais novos”, explicou o presidente do SNA, comandante Ondino Dutra.

A categoria reivindica reajuste salarial que contemple a reposição das perdas inflacionárias nos últimos dois anos (INPC) do período de 1º de dezembro de 2019 a 30 de novembro de 2021. Os pilotos e comissários brasileiros alegam que tiveram uma perda salarial média de 40% desde o início da pandemia, devido às medidas adotadas pelas empresas em troca da manutenção de empregos, em meio à queda inicial no número de passageiros. Ao mesmo tempo, ressalta o comandante, as companhias têm anunciado resultados financeiros positivos e feito aportes.

O Sindicato afirmou que, além de apresentar proposta muito aquém de recompor as perdas salariais, já rejeitada pela categoria, o sindicato patronal das companhias aéreas ainda negou a ultratividade da atual CCT, ou seja, não garantiu a manutenção das cláusulas atuais da convenção em caso de um novo acordo não ter sido fechado até a data-base (1º de dezembro).

Destacou ainda na convenção que desde a pandemia, a categoria nunca parou de trabalhar, tendo enfrentado graves riscos de contaminação por Covid-19, e deu sua contribuição no combate à doença transportando vacinas, insumos e equipamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.