PHS realiza encontro no DF enquanto Eduardo Machado comanda reunião em Goiânia

Um imbróglio na sigla discute a permanência de Eduardo Machado no cargo da presidência 

Na última terça-feira (6/6), o presidente do PHS, Eduardo Machado, realizou reunião na sede regional do partido em Goiânia. Membros do partido, que o consideram afastado da presidência, chama a reunião de “fraudulenta”.

Durante a realização da reunião, manifestantes fecharam a rua em frente à sede com a queima de pneus e seguraram faixas pedindo a saída do atual presidente, em virtude das denúncias de uso indevido e de forma fraudulenta dos recursos do fundo partidário.

O Conselho de Ética Nacional afirma que Eduardo não tem “mais nenhum ambiente politico para gerir qualquer coisa” no partido.

Outro lado

Enquanto a reunião e manifestação eram realizadas em Goiânia, aconteceu uma encontro do Conselho Gestor Nacional do PHS (CGN) e Comissão Executiva Nacional (CEN), na sede do partido, em Brasília, onde os dirigentes presentes discutiram a postura de filiados que estão agindo de forma contrária ao que prega o Estatuto Partidário do PHS.

A reunião teve presenças dos membros do CGN Luiz França, Cláudio Maciel e Belarmino Sousa, dos presidentes dos conselhos de Ética, João Cândido Paiva, e Fiscal, Luiz Carlos Ribeiro; do deputado federal Diego Garcia, Líder da Bancada do PHS na Câmara; e do delegado nacional junto ao TSE, Francisco de Assis.

Foram debatidas também medidas que objetivam assegurar a democracia interna e permitir que a vontade da maioria prevaleça nos direcionamentos do partido.

 

Deixe um comentário