PF pede quebra de sigilo fiscal e bancário de Collor e Calheiros

Após serem citados pelo doleiro Albero Youssef, senador e presidente do Senado estão sendo investigados na Operação Lava Jato

Fernando Collor (esquerda) e Renan Calheiros estão sendo investigados na Operação Lava Jato | Fotos: Fotos Públicas

Fernando Collor (esquerda) e Renan Calheiros estão sendo investigados na Operação Lava Jato | Fotos: Fotos Públicas

A Polícia Federal (PF) pediu a quebra de sigilo fiscal e bancário do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e do senador Fernando Collor (PTB) ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ambos estão sendo investigados em inquéritos da Operação Lava Jato.

Os pedidos chegaram ao STF na última quinta-feira (7/5) e serão julgados pelo ministro Teori Zavascki, relator dos processos da operação. As investigações acerca de Calheiro e Collor tiveram início após eles terem sido citados em depoimentos de delação premiada do doleiro Alberto Youssef.

A PF pediu ainda autorização para cumprir diligências contra os deputados federais Aníbal Gomes (PMDB) e Eduardo da Fonte (PP) e o senador Valdir Raupp (PMDB).

* Com informações da Agência Brasil

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.