PF faz buscas em escritório de advogado do esfaqueador de Bolsonaro

Ação visa a descobrir quem pagou honorários do defensor de Adélio Bispo de Oliveira

Foto: Divulgação

A Polícia Federal fez, na manhã desta sexta-feira, 21, buscas no escritório do advogado Zanone Manoel de Oliveira Júnior, que defende Adélio Bispo de Oliveira, responsável por facada que atingiu o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha.

A ação tem o objetivo de apurar quem pagou pelos honorários de Zanone. Além do escritório, a PF também vasculha sua casa e empresas ligadas ao seu nome.

No dia 6 de setembro deste ano, em ato de campanha, Bolsonaro foi atingido por uma facada em Juiz de Fora, Minas Gerais. Autor do atentado, Adélio foi preso no mesmo dia e, desde então, o caso apurado na Justiça Federal da cidade.

À época, o presidente eleito teve que ser internado e foi submetido a duas cirurgias. Ainda em recuperação, Bolsonaro usa bolsa de colostomia e evitou comparecer a debates durante a campanha para preservar a saúde.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.