PF desarticula grupo suspeito de desviar R$ 500 mil da Caixa Econômica no DF e em Goiás

Deflagrada nesta sexta-feira, operação cumpriu 13 mandados de busca e apreensão, sendo 10 no Distrito Federal, 2 em Goiás e 1 em São Paulo

Malotes com material apreendido no Distrito Federal nesta sexta | Foto: Divulgação

Malotes com material apreendido no Distrito Federal nesta sexta | Foto: Divulgação

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (16/9) a Operação Patrocínio, que investiga a atuação de uma organização criminosa que teria desviado mais de meio milhão de reais da Caixa Econômica Federal entre outubro de 2012 e abril de 2013.

Cerca de 60 policiais federais cumpriram 13 mandados de busca a apreensão, sendo 10 no Distrito Federal, 2 em Goiás e 1 em São Paulo.

Os suspeitos terão que prestar esclarecimentos sobre as transferências ilícitas que receberam nas contas, assim como sobre a invasão de uma conta bancária realizada por meio de acessos ilícitos ao Internet Banking da Caixa Econômica Federal.

Durante a Operação, foram apreendidos notebooks, smartphones, pen drives, tablets, HDs externos, cartões de memória entre outros equipamentos e documentos que apontam a relação entre os envolvidos na fraude. Todo o material recolhido passará por exame pericial nas unidades da PF responsáveis pela execução das buscas domiciliares.

Os responsáveis pelos crimes deverão responder por furto qualificado pela fraude, pela participação em organização criminosa e, eventualmente, pela quebra do sigilo bancário. As penas somadas por esses crimes podem chegar a 20 anos de prisão e multa, além da obrigação de devolver todo o dinheiro recebido indevidamente.

A Caixa Econômica Federal informou que a operação teve início após o banco identificar as fraudes por meio de mecanismos internos de controle. Conforme apurado até o momento, não há funcionários do banco envolvidos no esquema. À polícia, a Caixa informou, ainda, que continuará contribuindo integralmente com as investigações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.