PF deflagra duas novas fases da Lava Jato e ex-deputado é preso

Um dos alvos de mandado de prisão é Cândido Vaccarezza, ex-petista que foi líder dos governos Dilma e Lula na Câmara Federal

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta sexta-feira (18/7) mandados judiciais em duas operações da Lava Jato no Rio de Janeiro e em São Paulo: a 43ª fase, chamada de Operação Sem Fronteiras, e a 44ª, denominada Operação Abate. Um dos alvos é Cândido Vaccarezza, ex-deputado e líder dos governos Lula e Dilma na Câmara. O ex-petista foi preso em São Paulo.

O Ministério Público Federal (MPF) afirma que Vaccarezza usou a influência decorrente do cargo em favor da contratação da empresa Seargent Marine pela Petrobras. No total, a empresa obteve 12 contrato entre 2010 e 2013 que somam US$ 180 milhões.

Nesta relação criminosa, segundo a PF, recursos foram direcionados para pagamentos indevidos a executivos da estatal e agentes públicos e políticos, além do próprio ex-parlamentar.

Já a Operação Sem Fronteiras, deflagrada no Rio de Janeiro, é investiga a relação espúria entre executivos da Petrobras e grupo de armadores estrangeiros para obtenção de informações privilegiadas e favorecimento na obtenção de contratos milionários com a empresa brasileira” informa a PF.

Estão sendo cumpridos 46 mandados judiciais, sendo 29 de busca e apreensão, 11 de condução coercitiva e seis de prisão temporária na capital paulista e Santos, em São Paulo, e no Rio de Janeiro. Pela primeira vez, a PF realiza duas operações da Lava Jato no mesmo dia.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.