Diligências foram determinadas pelo relator da Lava Jato na Corte, ministro Luiz Edson Fachin

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira, 5, uma série de mandados de busca e apreensão e medidas de sequestro de bens por determinação do Supremo Tribunal Federal, em investigação em curso perante aquela Corte Superior.

Segundo a coluna Radar, da Revista Veja, o ex-presidente do Senado Renan Calheiros, o senador do MDB Eduardo Braga e o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo, estão entre os alvos da operação.

Atendendo às determinações do ministro Luiz Edson Fachin, que assina as ordens judiciais, a Polícia Federal informa que não divulgará informações sobre as ações realizadas desde as primeiras horas da manhã. Fachin é relator da Lava Jato na Corte.