PF cumpre mandados em operação que investiga candidaturas laranjas do PSL

Ministro do Turismo é suspeito de usar verba dos fundos partidário e eleitoral para financiar candidaturas de fachada

PF cumpre mandados em operação que investiga candidaturas laranjas do PSL_Jornal Opção
Ministro do Turismo no governo de Jair Bolsonaro, Marcelo Álvaro Antônio. Foto: Reprodução

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira, 29, a Operação “Sufrágio Ostentação”, para esclarecer suspeita de irregularidade na aplicação de recursos referentes a campanhas eleitorais femininas do PSL, em Minas Gerais.

Foram cumpridos sete mandados judiciais de busca e apreensão, sendo um deles na sede do PSL em Belo Horizonte. Também houveram buscas em gráficas e empresas que prestaram serviço à legenda do presidente Jair Bolsonaro.

O esquema de candidaturas laranjas envolve o nome do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que presidia o partido na campanha de 2018. No entanto, as investigações ainda não teriam determinado o grau de envolvimento dele com o desvio de dinheiro do Fundo Eleitoral da sigla.

Entenda

Segundo informações, havia um esquema dentro do partido em MG que usava candidaturas de laranjas para desviar dinheiro público de campanha. Mulheres foram convidadas a concorrer a uma vaga no último pleito, em 2018, mas parte do dinheiro recebido por elas para a campanha deveria ser devolvido à direção da sigla.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.