PF cumpre mandados em investigação sobre suposto caixa 2 de José Serra

Investigações indicam que senador recebeu R$ 5 milhões em doações não contabilizadas, referentes a campanha ao Senado em 2014

Senador José Serra | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Polícia Federal começou a cumprir mandados na manhã desta terça-feira, 21, no âmbito de uma investigação sobre suposto caixa dois na campanha de José Serra (PSDB) ao Senado em 2014.

As investigações indicam que o senador recebeu R$ 5 milhões em doações não contabilizadas. As apurações se referem apenas aos fatos supostamente ocorridos em 2014, quando ele ainda não tinha o mandato de senador.

A operação, feita em conjunto com o o Ministério Público Eleitoral (MPE), é uma nova fase da Lava Jato que apura crimes eleitorais.

São cumpridos quatro mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Itatiba e Itu. Entre os alvos da ação está o empresário José Seripieri Jr, fundador e ex-presidente da Qualicorp.

Colaboração espontânea

O inquérito foi remetido à primeira instância da Justiça Eleitoral de São Paulo pelo Supremo Tribunal Federal em 2019, com a colaboração espontânea de pessoas que teriam sido contratadas em 2014 para efetivar os pagamentos de caixa dois.

A Polícia Federal apontou ainda que a investigação identificou outros pagamentos, “em quantias também elevadas e efetuados por grandes empresas, uma delas do setor de nutrição e outra do ramo da construção civil, todos destinados a uma das empresas supostamente utilizadas pelo então candidato para a ocultação do recebimento das doações”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.