PF acha “material aparentemente humano” perto de onde Bruno e Phillips desapareceram

Coleta foi realizada no Rio Itaquaí, perto do porto de Atalaia do Norte (AM), e foi enviado para perícia. Repórter e indigenista sumiram há 6 dias

PF intensifica buscas por dupla desaparecida no Amazonas | Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal informou “material orgânico aparentemente humano” foi localizado no Rio Itaquaí, próximo ao porto de Atalaia do Norte por equipes de busca que integram a Operação Javari, que tenta encontrar o indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde domingo na região.

O material foi encaminhado para perícia no Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, que também vai periciar as amostras de sangue encontradas na embarcação de Amarildo da Costa de Oliveira, o Pelado, cuja prisão temporária foi decretada pela Justiça Estadual na quinta-feira, 9.

Os investigadores ainda indicaram que, na sexta-feira, 10, houve a coleta de materiais genéticos de referência de Phillips, em Salvador, e de Pereira, em Recife. “Os materiais coletados serão utilizados na análise comparativa com o sangue encontrado na embarcação”, informou nota da PF.

A corporação também indicou que as equipes do comitê de crise seguiram com a busca fluvial e com o reconhecimento aéreo na região do Rio Itaquaí, último local em que a dupla foi vista.

O caso gerou repercussão internacional e o Brasil está pressionado a dar respostas positivas e rápidas sobre o desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira.

* Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.