Pessoas que contraíram Covid-19 têm proteção de cinco meses e podem transmitir doença

Estudo da Public Health England reforça que quem contraiu doença na primeira onda, está novamente vulnerável

Um estudo da agência de saúde pública britânica Public Health England publicado nesta quinta-feira, 15, concluiu que a maioria dos profissionais de saúde que contraíram a Covid-19 estão protegidos contra uma nova infecção por um período de pelo menos cinco meses.

No entanto, que há evidências de que pessoas imunizadas podem ser portadores do vírus e contribuir para sua disseminação. O estudo ainda não foi revisado por pesquisadores independentes

“Agora sabemos que grande parte das pessoas que tiveram o vírus e geraram anticorpos estão protegidas contra reinfecção, mas essa proteção não é completa e ainda não sabemos quanto tempo dura. E, o mais importante, acreditamos que as pessoas podem continuar a transmitir o vírus”, resumiu a autora principal do estudo, Susan Hopkins.

Dados

Conforme o estudo, 44 pessoas teriam sido reinfectadas com o novo coronavírus de 6.614 trabalhadores do setor de saúde que apresentaram anticorpos no decorrer de um período de cinco meses entre junho e novembro de 2020. Os números representam uma proteção de 83% em relação aos trabalhadores que não foram expostos ao Sars-CoV-2.

Embora os anticorpos pareçam evitar o adoecimento pela Covid-19 novamente, os dados preliminares do estudo sugerem que alguns participantes carregam quantidades significativas do vírus e podem transmiti-lo para outras pessoas.

Esse cenário reforça a necessidade de respeitar o isolamento social e medidas de higiene pessoal, além do uso de máscaras.

O trabalho reforça que quem contraiu a Covid-19 na primeira onda da doença, está novamente vulnerável ao coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.