Após morte de Eduardo Campos, a ex-senadora passou a ser cotada para assumir a ponta da disputa

Presente na coletiva de imprensa marcada pelo governadoriável Vanderlan Cardoso (PSB) na tarde desta quarta-feira (13/8), o vereador Elias Vaz também comentou sobre a morte do candidato à presidência Eduardo Campos. Em entrevista ao Jornal Opção Online, ele alegou perplexidade quanto à fatalidade que vitimou o colega de partido e disse que vê com naturalidade o nome de Marina Silva para assumir a ponta da disputa.

[relacionadas artigos=”12485″]

“Não tivemos nem tempo para refletir sobre isso. Embora, me pareça natural o nome dela. Um nome que já teve um desempenho muito relevante nas últimas eleições e que representa e representava muita coisa nessa chapa”, avaliou o vereador, que é ligado ao grupo da ex-senadora, o Rede Sustentabilidade.

Mesmo com a fatalidade, o PSB e os partidos aliados têm pouco tempo para se posicionar quanto à questão. O nome que substituirá Eduardo Campos deve ser confirmado em convenção somente entre os integrantes da comissão executiva nacional obedecendo a um prazo de dez dias, a partir desta quarta-feira.

Apesar de comporem no mesmo partido, Eduardo e Marina apresentavam divergências quanto aos modos de “fazer política”. Ainda assim, para Elias Vaz, este será um processo natural. “Os dois estavam muito afinados em seus projetos e discursos políticos”, acrescentou, emendando que o atual momento é de pesar e de reflexão.