Pesquisador da UFG descobre espécie de camarão e resolve homenagear banda de rock

Arthur Anker e cientistas americanos levaram em conta o gosto musical na hora de batizar o recém-descoberto animal. Conheçam o Synalpheus pinkfloydi

Reprodução

O pesquisador da Universidade Federal de Goiás (UFG) Arthur Anker é o autor principal de um estudo que descobriu recentemente uma nova espécie de camarão pistola na costa pacífica do Panamá. O animal foi batizado de Synalpheus pinkfloydi em homenagem à banda de rock britânica Pink Floyd. As informações são da revista “Exame”.

O nome para lá de inusitado chamou a atenção da imprensa pela criatividade de Arthur e de cientistas das universidades de Oxford e de Seattle, nos Estados Unidos, que também assinam a pesquisa.

Nenhum deles faz questão alguma de esconder a paixão pela banda e afirmam que encontraram a oportunidade perfeita para finalmente mencionar o grupo musical em seus trabalhos. “Agora, a banda e o meu trabalho foram felizmente combinados na literatura científica”, comemorou o pesquisador da UFG em entrevista.

A escolha do nome, entretanto, não é em vão e baseada unicamente no gosto musical dos estudiosos. Está também relacionada a uma característica específica do camarão: a capacidade de gerar energia sônica.

Segundo relata a o estudo dos pesquisadores, quando fecha a garra rapidamente, o animal forma uma bolha de alta pressão que, ao implodir, produz um som de 210 decibéis, um dos mais altos de todo o oceano, capaz até mesmo de matar um peixe pequeno.

Outra caraterística da espécie que sugere a inusitada nomeação é a sua garra. Ela tem uma coloração rosa brilhante, que lembra as cores vibrantes do movimento psicodélico que o Pink Floyd integrou nos anos 1970 e 1980.

Synalpheus pinkfloydi é uma espécie irmã relacionada a Synalpheus antillensis, descrita em 1909 e encontrada geralmente no Oceano Atlântico. Ambas as espécies possuem garras com cores chamativas, entretanto, se diferenciam geneticamente, conforme os pesquisadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.