Pesquisa revela que 63% da população não acredita que Lula possa ser preso

Resultados mostraram que eleitores não esperam muitas consequências positivas com as investigações da Lava Jato e acreditam que corrupção seguirá igual

| Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

A maioria dos entrevistados acredita que acusações contra Lula são verdadeiras, mas não acreditam que ele será punido | Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Segundo pesquisa divulgada pelo Paraná Pesquisa, que entrevistou 2 mil pessoas em 24 estados, a população brasileira avalia que a possibilidade de o ex-presidente Lula ser preso por causa da Operação Lava Jato é pequena: 63% deles creem que ele não acabará na cadeia, embora 68% achem que as acusações contra ele sejam verdadeiras. Na verdade, a maioria dos entrevistados tem pouca esperança quanto aos resultados de toda a investigação.

Para 38% dos entrevistados, a operação acabará mesmo em pizza. Os que acreditam que a Lava Jato produzirá, sim, resultados, também não são muito otimistas: 34% acham que, na verdade, as investigações acabarão com “menos condenados do que deveria”. Apenas 17% creem que muitos políticos, empresários e executivos acabarão condenados.

O PT, aos olhos dos entrevistados, não é o único que deve ser responsabilizado pela operação. 77% dos eleitores acreditam que o partido não é o culpado por todos os escândalos investigados na Lava Jato. Por outro lado, 20% dos entrevistados creem que a culpa de todas as irregularidades é do partido de Lula e da presidente Dilma Rousseff.

Sobre o impacto da Lava Jato nacionalmente, mais da metade dos entrevistados, 66% deles, acredita que as investigações são positivas para o Brasil, enquanto 25% acreditam que, na verdade, as consequências são negativas para o país. Curiosamente, o número de pessoas que viam a investigação como algo bom caiu: na última pesquisa do grupo, em agosto de 2015, 71,5% dos entrevistados acreditavam que a Operação era construtiva para o país.

O ceticismo dos entrevistados também pode ser percebido quanto às perspectivas para depois do fim das investigações. Embora 37% dos eleitores ouvidos acreditem que a corrupção irá diminuir com os resultados da Operação Lava Jato, 54% creem que nada mudará e que os desvios de verbas e de conduta seguirão do mesmo jeito.

Outro nome, além do de Lula, que é citado na pesquisa é o do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela operação. Além de popular, conhecido por 74% dos entrevistados, Sérgio é visto como uma figura de confiança pela maioria dos eleitores: 17% afirmam que com certeza votariam nele caso ele se candidatasse à Presidência da República e 51% deles consideram a possibilidade de ajudar a elegê-lo. 29%, no entanto, afirmaram que jamais votariam no juiz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.