Pesquisa quer aval da Anvisa para testar vacina de spray nasal em humanos

Médicos da USP lideram estudo. Teste em animais apontou proteção contra infecção por Covid-19

Testes de RT- PCR | Foto: Divulgação

Uma pesquisa liderada por médicos da Universidade de São Paulo (USP) busca desenvolver uma vacina em spray nasal contra Covid. O estudo passou por teste em animais e deve avançar para ser testado em humanos. O pedido já foi requerido à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Na próxima etapa, o estudo avaliará a capacidade da vacina de induzir resposta protetora ao vírus em indivíduos que receberam duas doses da AstraZeneca. A pesquisa deve durar de dois a três meses caso tenha sucesso nesta etapa.

A ideia é que a vacina intranasal seja utilizada como dose de reforço contra Covid. O imunizante deve ser produzido com Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) totalmente nacional.

No estudo realizado com camundongos, a vacina induziu a produção de anticorpos neutralizantes. Para a nova etapa, a intenção é realizar a pesquisa com 270 voluntários com idade entre 18 e 59 anos. Mais da metade receberá o imunizante e 90 pessoas receberão placebo.

A pesquisa é coordenada por Jorge Kalil, professor e chefe do laboratório de Imunologia Clínica e Alergia do Hospital das Clínicas da USP. O Instituto do Coração (InCor), Instituto de Ciências Biomédicas da USP, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, da Unifesp, da Friocruz Minas e da Rede Vírus também participam do estudo. O projeto tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (Fapesp).

Outra vantagem da vacina em forma de spray é sua ação na mucosa do nariz e nas vias respiratórias. O imunizante induziu produção de anticorpos específicos contra o coronavírus no nariz, na saliva e nos pulmões em testes em laboratório.

A vacina pode ser facilmente atualizada, pois proteínas do vírus são utilizadas em sua produção. A expectativa é que os ensaios clínicos se encerrem até o final do primeiro semestre de 2022.

Com informações da Folha de São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.