Pesquisa: Marconi sai na frente para o Senado mesmo tendo a maior rejeição para o Governo de Goiás

Tucano possui o triplo das intenções de voto de João Campos (Republicanos), Alexandre Baldy (PP) e Delegado Waldir (União Brasil)

Na pesquisa eleitoral para o Senado do Instituto RealTime Big Data divulgada na noite desta quinta-feira, 26, os pré-candidatos goianos precisam lidar com um adversário incerto liderando a disputa. Isso porque Marconi Perillo (PSDB) ainda não decidiu se irá ser candidato ou não. Segundo fontes próximas, o tucano está avaliando as pesquisas. Se for por isso, é quase certo sua candidatura, visto que possui 27% das intenções, enquanto o segundo colocado tem apenas 9%.

Na estimulada, Marconi aparece liderando, deixando João Campos (Republicanos) para trás com 9%, Alexandre Baldy (PP), com 8%, Delegado Waldir com 7%, Wilder Morais (PL) com 5%, Lissauer Vieira (PSD) com 3% e Leonardo Rizzo (NOVO) com 1%. Nulo ou branco corresponde a 18% e não souberam ou não responderam 22%.

Na espontânea, o cenário muda um pouco e aparece até mesmo nome de quem não é pré-candidato por Goiás, como é o caso do banqueiro Henrique Meirelles (União Brasil). Nesta, Marconi possui 5% das intenções de voto, Meirelles, Delegado Waldir e João Campos aparecem com 1%. Nulo ou branco, 25% e não souberam ou não responderam 67%.

O fato curioso nesta pesquisa é que Marconi Perillo, mesmo tendo a maior rejeição entre todos os pré-candidatos ao governo, com 36%, aparece sendo o preferido para o Senado.

Uma resposta para “Pesquisa: Marconi sai na frente para o Senado mesmo tendo a maior rejeição para o Governo de Goiás”

  1. Avatar Randro disse:

    Na eleição passada ele também ficou em primeiro na pesquisa desse instituto e o resultado foi bem diferente nas urnas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.