Pesquisa diz que não há candidato favorito em caso de eleição indireta

Entre os que escolheram um candidato, Rodrigo Maia (DEM-RJ) está na frente

Foto: Beto Barata/PR

Uma pesquisa feita pelo Datafolha com 311 dos 594 parlamentares aptos a votar em uma eleição indireta divulgada neste domingo (4/6) apontou que 61% deles não citam espontaneamente um candidato à Presidência para o caso da saída de Michel Temer (PMDB) do cargo.

Além disso, 15% dos entrevistados não responderam ao questionamento. Com isso, 76% dos parlamentares não têm candidato definido.

Para 47%, Temer deveria deixar o cargo., com 36% defendendo renúncia, 34% cassação no Tribunal Superior Eleitoral e 6%, impeachment. 40% diz que o atual presidente não deve sair do cargo.

Entre os poucos com candidato, Rodrigo Maia (DEM-RJ) ficou à frente, com 9% dos votos, seguido de Nelson Jobim (PMDB) e os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 2% cada. Os outros candidatos tiveram menos de 1% da intenção de votos.

No último sábado (3), o Jornal Opção divulgou um balanço sobre o que pensa a bancada goiana a respeito da saída de Temer. A reportagem mostrou que não há consenso, enquanto oito pedem a saída, quatro defendem abertamente a permanência de Temer (pelo menos até que as investigações sejam concluídas). Cinco se mostraram indecisos, em especial devido à delicada situação da economia atualmente.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.