Pesquisa aponta que Makro e Atacadão são os supermercados mais baratos de Goiânia

Conforme levantamento, consumidor goianiense pode economizar até R$ 1.154,43, caso opte por um estabelecimento ao invés de outro

Foto: Marcelo Camargo/ABr

Foto: Marcelo Camargo/ABr

Uma pesquisa realizada pela empresa Proteste – Associação de Consumidores mostra a lista de supermercados que oferecem os melhores preços em Goiânia e em outras 18 cidades brasileiras. De acordo com o levantamento, o Makro, localizado na Avenida Perimetral Norte, e o Atacadão, na Avenida Goiás, são os estabelecimentos mais em conta ao consumidor goianiense — mas em modalidades diferentes.

O instituto dividiu os produtos em duas categorias: a cesta completa (com 104 itens de marcas líderes de vendas) e a cesta 2 (com 90 itens de marcas mais baratas). Nesta última categoria, o Atacadão lidera o ranking dos supermercados mais baratos. Se comparado com outros estabelecimentos, a pesquisa apontou que o consumidor que optar fazer suas compras no hipermercado da Avenida Goiás pode economizar anualmente até R$ 1.154,42.

Já em relação à modalidade que engloba as marcas líderes de venda, a Proteste indicou o Makro como o melhor supermercado quando o assunto é a economia. Caso o cliente escolha este estabelecimento, ao invés do Hiper Moreira, por exemplo, localizado na Avenida Perimetral, a economia pode ser de até R$ 1.094,69.

Para escolher o supermercado que ofereça os melhores preços, conforme perfil de consumo e localização do cliente, a Proteste disponibiliza em seu site um simulador que ajuda a pesquisar os custos das cestas em vários estabelecimentos da capital.

Inflação elevada

A pesquisa divulgada pela empresa mostra um cenário nada favorável aos consumidores goianos. Conforme o levantamento, das 19 cidades brasileiras pesquisadas, Goiânia foi o município onde o consumidor mais sentiu o peso da inflação nas compras em relação ao último ano. Na capital, a cesta 2 ficou 22% mais cara e a cesta completa subiu 13%.

De acordo com os dados apurados, em média, o consumidor de Goiânia desembolsou R$ 396,02 na compra dos 104 produtos que compõem a cesta de produtos de marcas líderes.

A Proteste atenta, por fim, para a importância de pesquisar os preços antes de sair às compras. Segundo a empresa, a variação de valores de uma cidade, dependendo do ponto de venda, pode ser muito grande, até mesmo em supermercados de uma mesma rede.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.