De acordo com Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), publicado pela Fieg, empresários se mostram mais otimistas no mercado

Foto: Centro Internacional de Negócios de Goiás.

De acordo com o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), a confiança do empresário industrial goiano se recupera. Em relatório divulgado pela Federação das Indústrias (Fieg), o ICEI de julho ficou com 51,2 pontos no Estado. Segundo a metodologia, resultados acima de 50 pontos são positivos.

“Apesar de ainda não termos voltado aos bons resultados de fevereiro, quando o ICEI fechou em 64 pontos, os sinais são de recuperação da atividade econômica e de expectativas favoráveis”, afirma o assessor econômico da Fieg Cláudio Henrique Oliveira.

No indicador de Expectativas, que avalia a confiança pelos próximos seis meses, o parâmetro fechou em 56,6 pontos em julho, demonstrando maior otimisto a longo prazo, especialmente para empresas de pequeno porte, que levaram o indicador aos 60 pontos.

No entanto, a linha se mantem abaixo de 50 pontos quando verificado o índice de Condições, que mede o ambiente de negócios nos últimos seis meses. Em julho, o indicador puxou para 40,3, acima de abril, quando indicava 37,5.