Perfil Fake removido pelo Facebook foi acessado da casa de Bolsonaro no Rio e no Planalto

Levantamentos constam em relatórios da PF produzidos durante as investigações do chamado inquérito dos atos antidemocráticos

A Polícia Federal identificou que um perfil falso derrubado pelo Facebook em junho do ano passado foi acessado a partir de endereços ligados ao presidente Jair Bolsonaro: o Palácio do Planalto, sede oficial do governo, e a casa da família na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a publicação, os levantamentos constam em relatórios produzidos durante as investigações do chamado inquérito dos atos antidemocráticos, aberto em abril do ano passado.

A PF analisou 80 contas consideradas inautênticas, com postagens que defendiam a volta da ditadura militar, a organização de atos antidemocráticos e ataques a instituições. A investigação usou como base um relatório produzido pela Atlantic Council, organização que analisa perfis desse tipo.

Segundo o relatório obtido pelo O Estado de S.Paulo, pela localização dos IPs dos computadores, foi concluído que ao menos 1.045 acessos aos perfis inautênticos partiram de órgãos públicos, incluindo a Câmara, o Senado, o Exército e os endereços ligados ao presidente.

A PF identificou que uma conta chamada “Bolsonaro News” no Instagram foi acessada mais de cem vezes do Palácio do Planalto entre novembro de 2018 e maio de 2019. Já na casa de Bolsonaro no Rio, os acessos foram feitos em novembro de 2018. Segundo a Atlantic Council, a página usa memes para atacar ex-aliados do governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.