Perdigão/Sadia responde Seara e dá início a guerra publicitária

Marcas de embutidos se digladiam nas “telinhas” em uma briga que parece estar longe do fim

Angélica e Fátima Bernardes, garotas propaganda das marcas Perdigão e Seara, respectivamente | Foto: Reprodução/Youtube

Angélica e Fátima Bernardes, garotas propaganda das marcas Perdigão e Seara, respectivamente | Foto: Reprodução/Youtube

Tudo começou quando a Seara, relativamente nova do mercado de embutidos, resolveu alfinetar a líder Sadia em uma nova campanha publicitária, fazendo um comparativo quase literal contra a concorrente.

No comercial lançado neste mês, uma mãe e dois filhos estão na padaria, quando o atendente lhe pergunta qual é a marca que ela deseja. As crianças, então, brincam com o funcionário ao dizer que eles querem a que “começa com S e termina com A”, ao passo que o atendente responde prontamente: “Seara, lógico”. “Saia do automático, experimente o presunto Seara”, arremata a apresentadora Fátima Bernardes, garota propaganda da marca.

Pois bem, a provocação da Seara foi parar na Justiça e a peça chegou a sair temporariamente do ar após ação judicial movida pela rival. Ficou definido, no entanto, o parecer do desembargador Campos Mello, de que, salvo em casos de utilização abusiva, é admitida a publicidade comparativa.

Ao que tudo indicava a Seara havia mesmo ganhado a batalha contra a líder de mercado, até que no final de semana, a Perdigão, que pertence ao mesmo grupo da Sadia, também resolveu entrar na guerra e contra-atacou a oponente, também com uma nova peça publicitária.

Os comerciais estrelados pelo casal Luciano Huck e Angélica ressuscitam antigos produtos da Perdigão, que pararam de ser produzidos para que a fusão com a Sadia fosse aprovada. O slogan dos novos comerciais é uma resposta clara e bastante direta à rival: “Evite surpresa, vai na certeza”.

A briga entre as marcas, como era de se esperar, chamou a atenção dos internautas, que não deixaram de comentar a disputa travada nas telinhas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.