“Recusei-me a fazer parte de qualquer tipo de jogo”, alegou

Candidata mais votada das últimas eleições, a deputada federal Dona Iris (PMDB) ficará de fora da Câmara Federal a partir de 2015, conforme apontou o resultado das eleições no último domingo (5/10). Pelo Twitter, a esposa do governadoriável Iris Rezende agradeceu o apoio da militância do partido em prol de sua campanha e frisou sua opção por uma campanha limpa e transparente.

[relacionadas artigos=”17205″]

Justificando a derrota, a peemedebista sustentou que não se utilizou de práticas obscuras da política, como a compra de votos, na tentativa de manter sua cadeira no Congresso Nacional. “Recusei-me a fazer parte de qualquer tipo de jogo”, publicou.

Ela também sustentou que só recebeu doações de amigos e se recusou a fazer “acertos de bastidores”.

Em entrevista à imprensa na noite de domingo, o presidente regional do PMDB, Samuel Belchior, disse que ficou surpreso com a derrota de Dona Iris. Para o dirigente, faltou estrutura financeira na campanha. “Eu não participei de perto da campanha da Dona Iris, mas de longe percebi que faltou muita estrutura”, avaliou.

Confira as publicações de Dona Iris no Twitter: