Pedro Canedo diz que apoio do DEM a PT em Anápolis não está descartado

Segundo ex-candidato Pedro Canedo, não há tendência dentro da sigla, mas parte da militância quer caminhar com João Gomes

Ex-candidato Pedro Canedo, do DEM, e candidato à reeleição em Anápolis, João Gomes, do PT | Foto: Divulgação

Ex-candidato Pedro Canedo, do DEM, e candidato à reeleição em Anápolis, João Gomes, do PT | Foto: Divulgação

Bancado pelo senador Ronaldo Caiado (DEM), inimigo mais do que declarado do Partido dos Trabalhadores, o ex-candidato à Prefeitura de Anápolis Pedro Canedo (DEM) não descarta apoiar o atual prefeito João Gomes, do PT, no segundo turno das eleições.

O ex-deputado irá se reunir com as lideranças do DEM em Anápolis ainda na noite desta segunda-feira (10/10) para definir o apoio. Apesar de bastante inusitada e pouco provável a sugerida parceria, segundo Canedo, há um grupo da militância anapolina que quer caminhar com a atual administração. Para o ex-candidato, não há tendência dentro da sigla.

“Existem diversas facções dentro da legenda. Existem aqueles querem ficar com o PT e outros que rechaçam a ideia. Estou dando chances para todo mundo e eu vou acatar a maioria”, disse em entrevista ao Jornal Opção.

Questionado sobre a virada no cenário eleitoral em Anápolis para o segundo turno, que mostra Roberto do Órion (PTB) à frente do prefeito João Gomes, Pedro Canedo alega que esta é uma situação natural devido à “onda anti-PT” que tem tomado conta de todo o País.

“Realmente, o PT está na contramão do que a sociedade espera, e é mais provável que o candidato do PTB receba mais apoio. A onda anti-petismo é muito grande em Anápolis”, afirma, para logo depois ressalvar: “Mas isso não significa nada para nossa posição”.

Pedro Canedo ficou em terceiro lugar no primeiro turno das eleições em Anápolis, com 27.544 votos e 15,26% da preferência do eleitorado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.