A pedido de Marconi, secretários começam a atender demandas dos prefeitos

Presidente da Agehab trata da construção de casas em 57 cidades com prefeitos; secretário da Secima se reuniu com Iris Rezende para falar do novo Plano Metropolitano

Governador durante reunião com presidente da Agehab, Luiz Stival | Foto: Reprodução

Antes do fim das audiências com os prefeitos eleitos em Goiás nas últimas eleições, o governador Marconi Perillo (PSDB) começou a encaminhar aos secretários estaduais o encaminhamento das demandas apresentadas pelos gestores municipais nas reuniões.

Uma das principais reivindicações é a construção de moradias populares. Em atenção a ela, o governador acertou com o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival, o atendimento a 57 prefeitos nestas terça e quarta-feira (31/1 e 1º/2) para tratar do projeto de sanar o déficit habitacional nos municípios.

Durante as reuniões, Stival deve tratar da parceria entre o governo estadual e as prefeituras para a construção de 60 unidades habitacionais em cada um dos 57 municípios. Ao tratar com os prefeitos nas audiências sobre pedidos para construção de casas, Marconi diagnosticou que essas cidades precisam, cada, de 60 unidades, para sanarem seus déficits habitacionais. Então, determinou ao presidente Luiz Stival atender primeiro estes prefeitos para zerar o déficit por habitação desse grupo.

De acordo com informações da Agehab, para que as parcerias se concretizem, os municípios precisam apresentar a área regularizada para a construção das moradias, assumir a infraestrutura básica e a mão de obra. O Governo de Goiás, por sua vez, aportará R$ 15 mil por unidade habitacional, por meio do Cheque Mais Moradia, para viabilizar a construção de 1.835 moradias, que é o déficit habitacional verificado nessas cidades. O investimento total por parte do governo estadual será de R$ 27,5 milhões. Em relação aos demais 133 municípios goianos, as parcerias serão efetivadas com a participação do governo federal.

Em uma das últimas reuniões com prefeitos, Marconi afirmou que vai encaminhar a construção de 30 mil moradias neste ano. Luiz Stival endossou nesta terça-feira (31) o compromisso e frisou que atualmente 20 mil moradias estão em construção em 161 municípios.

“O governador inovou com a criação do Cheque Moradia nos anos 2000 e tem promovido uma revolução na habitação de interesse social com o Cheque Mais Moradia, que em 2011 assumiu nova configuração para atuar em parceria com todos os programas municipais e federais de habitação. Todos os 246 municípios receberam benefícios na área habitacional”, afirmou Stival.

Goiânia

Ao se reunir com o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), no último dia 20, Marconi colocou à disposição do prefeito todo o seu secretariado para tratar sobre qualquer setor administrativo. O prefeito afirmou que gostaria de receber informações sobre o projeto que altera a lei que criou, em 1999, a Região Metropolitana de Goiânia, em tramitação na Assembleia Legislativa.

O secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), Vilmar Rocha (PSD), foi com sua equipe, na tarde desta terça-feira (31), ao Paço Municipal para discorrer sobre o projeto. A matéria diz respeito a assuntos comuns às cidades da região: transporte público, água e esgoto e resíduos sólidos. (Informações do Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.