Sabrina Garcêz (PTB) diz que, se pedido comprovar crime cometido pelo prefeito, vereadores darão seguimento à denúncia

Vereadora Sabrina Garcêz (PTB) | Foto: Arquivo

A vereadora Sabrina Garcêz (PTB) afirmou em entrevista ao Jornal Opção que acredita que o pedido de impeachment do prefeito Iris Rezende (MDB), apresentado pelo vereador Jorge Kajuru (PRP) na última quarta-feira (30/5), avançará na Câmara Municipal de Goiânia.

A parlamentar, que não estava no plenário quando o pedido foi apresentado, acredita que, se a denúncia comprovar crime cometido pelo chefe do Executivo, os vereadores cumprirão com seu papel. “Sou advogada e extremamente legalista, então acredito sim que se o pedido comprovar que o prefeito cometeu crime, que os vereadores vão dar seguimento nesse pedido”.

[relacionadas artigos=”126902″]

Na ocasião de formalização do pedido, o próprio Kajuru disse não acreditar que a matéria será levada adiante. “Elencamos tudo isso sabendo que aqui dentro da Câmara ele [prefeito] não perde. Mas, a partir de agora, ele começará a ter surpresas. O meu pedido foi apenas o primeiro. O Simsed [Sindicato Municipal dos Servidores da Educação de Goiânia] pode apresentar um pedido, a OAB também pode estudar essa possibilidade”, disse.

“Na época da Dilma muitos também acreditavam que não daria em nada e deu. O primeiro passo foi dado e agora já existe um pedido formal. Não se pode falar em impeachment sem que exista um pedido”, ponderou Sabrina.