Pedido de anulação de eleição em Goiânia pelo PSD ainda será avaliado

Caso decidam a favor, devem ingressar na mesma ação já aberta pelo PMN

Simeyzon Silveira, presidente metropolitano do PSD | Foto: arquivo

A executiva do PSD deve decidir se ingressam pedido de anulação da eleição de 2020 em Goiânia somente na quarta-feira, 14. Caso decidam a favor, devem ingressar na mesma ação já aberta pelo PMN, ao invés de entrar com novo processo.

O presidente metropolitano do PSD, Simeyzon Silveira, aponta que o adiamento para a decisão acontece em decorrência de necessidade de estudarem melhor os autos do processo. Inicialmente uma reunião virtual estava marcada para esta terça-feira, 13.

O Jornal Opção adiantou que o senador Vanderlan Cardoso que seu partido ingresse na ação proposta pelo ex-vereador, Paulo Daher (PMN), que pede a anulação das eleições na capital. “A intenção é mostrar que o partido tem interesse em esclarecer essa eleição que eu venho dizendo desde o inicio que foi uma fraude desde a campanha até a posse”, disse em entrevista ao Jornal Opção.

O senador diz ainda que a ideia foi bem recebida por Paulo Daher, autor da ação e que ainda não conversou com o presidente de seu partido, Vilmar Rocha, em razão de agenda que cumpre no interior.

Ao Jornal Opção, Vilmar Rocha afirma que o PSD não avalia a possibilidade de ingressar na ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.