Peça do Boticário será avaliada por órgão de regulamentação

Conar vai avaliar conteúdo da campanha e verificar se queixas dos consumidores têm fundamento. Polêmica propaganda foi alvo de comentários homofóbicos na internet

Trecho de vídeo em que casal de namoradas troca presentes | Foto: Reprodução/YouTube

Trecho de vídeo em que casal de namoradas troca presentes | Foto: Reprodução/YouTube

Após receber mais de 20 reclamações a polêmica a peça publicitária do Boticário para o Dia dos Namorados será avaliada pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). A análise acontece depois das constantes reações homofóbicas nas redes sociais. A propaganda mostra casais gays trocando presentes e foi considerado “desrespeitoso à sociedade” por consumidores.

Na última terça-feira (2/6), o Conar informou que abriu processo para analisar a peça. “Um relator deverá avaliar o conteúdo e verificar se as queixas têm fundamento. Ele vai se manifestar em voto, a favor ou contra, que pode indicar a suspensão da veiculação do comercial ou pode a alteração de alguns trechos”, informou o Portal Comunique-se. O Conselho de Ética do Conar também vai debater a denúncia em até 45 dias.

A anúncio divulgado no YouTube conta com mais de 160 mil avaliações negativas e 270 mil positivas, tendo sido visualizada mais 1,8 milhão de vezes. Nos comentários, internautas fazem ameaças de boicote à marca. Já no Facebook, o Boticário também recebeu diversas manifestações e muitas mensagens de apoio e elogios à iniciativa.

O site Reclame Aqui também foi usado para protestar contra a campanha da marca. Mais de 90 queixas foram abertas na página.

Leia mais:
Motorola lança campanha celebrando a diversidade sexual
Cinco comerciais que provam que o público LGBT está “na mira” do mercado brasileiro

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.