PEC da reforma da previdência estadual é lida em plenário

Ideia é adequar a aposentadoria dos servidores estaduais à dos servidores federais, de acordo com o que foi promulgado pelo Congresso Nacional na terça-feira, 12

Na tarde desta quarta-feira, 13, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reforma a previdência dos servidores do Estado de Goiás foi lida em plenário, indicando início da tramitação. A matéria foi apresentada pelo Executivo ao presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieria (PSB) no dia 28 de outubro.

A ideia é adequar a aposentadoria dos servidores estaduais à dos servidores federais, de acordo com o que foi promulgado pelo Congresso Nacional na terça-feira, 12. Segundo o governador Ronaldo Caiado (DEM) a apresentação a nível estadual se deu, porque o Congresso retirou do texto a inclusão de Estados e municípios e a PEC paralela, que pode lhes incluir, ainda está sendo votada, o que pode atrasar a reforma em Goiás, que passa por crise financeira.

De acordo com a equipe econômica do Estado, a maior parcela de culpa da calamidade financeira em que se encontra Goiás é da despesa com pessoal. O presidente da Goiás Previdência, Gilvan Cândido, já inclusive destacou que hoje se gasta mais com previdência do que com Saúde e Educação

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.