PCGO desarticula organização criminosa que distribuía drogas por delivery, em Goiânia

Polícia Civil apurou que criminosos contavam com um procedimento sofisticado de operação, constituindo uma verdadeira “Central Telefônica do Tráfico” na capital

Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), deflagrou na manhã desta terça-feira, 8, a Operação Babilônia. A ação resultou no cumprimento de 39 mandados judiciais, sendo 19 mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão. Toda ação foi realizada no sentido de desarticular duas associações e uma organização criminosa.

Os grupos, segundo a PCGO, atuam na prática de crimes de tráfico de drogas em Goiânia e região metropolitana. A investigação da Denarc apontou que os três grupos criminosos teriam criado um esquema complexo de venda de drogas na modalidade “delivery” em Goiânia.

Os investigados usavam aplicativos de mensagem para agendar e entregar as drogas. Tudo era feito de maneira rápida e ágil, o que acabava por criar, segundo a polícia, uma enorme demanda por drogas em todo o Estado.

A Polícia Civil apurou ainda que um dos grupos criminosos contava com um procedimento sofisticado de operação, constituindo uma verdadeira “Central Telefônica do Tráfico” na capital.

Ele respondia a lideranças ligadas à organização criminosa de âmbito nacional – oriunda do Rio de Janeiro – custodiadas em presídios sediados no interior do Estado e na capital.

Durante a operação, além dos alvos presos, foram apreendidos também drogas, armas, dinheiro, veículos e outros bens ligados aos criminosos. Ao todo, 115 policiais civis trabalharam nesta operação para dar cumprimento aos mandados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.