PC: professor não foi assassinado por alunos de medicina

Investigadores trabalham com a hipótese de que uma rixa teria motivado a morte de Mauro Costa Júnior, em Vassouras, no Rio de Janeiro

Polícia investiga morte do professor Mauro Costa Júnior | Reprodução

Polícia investiga morte do professor Mauro Costa Júnior | Reprodução

Está descartada a participação de estudantes de Medicina na morte do professor de Educação Física Mauro Costa Júnior, de 23 anos, em Vassouras, na Região Sul Fluminense, durante as Olimpíadas Regionais dos Estudantes de Medicina (Orem). A informação é do jornal “O Globo”.

Segundo a publicação, fontes da Polícia Civil do Rio de Janeiro disseram que uma rixa teria motivado o ataque.

A informação inicial era que ele teria sido espancado pelo menos por 30 estudantes e que a polícia já tem pistas dos suspeitos. O jovem teria se desentendido com durante a festa, no Parque de Exposições de Vassouras, levando os acusados a invadirem seu alojamento e o espancarem até a morte.

Os investigadores colheram depoimentos de familiares e testemunhas. Imagens de câmeras de segurança da região estão sendo analisadas. Os parentes afirmam que não sabem os autores do crime.

Na quarta-feira (15), a Prefeitura de Vassouras suspendeu temporariamente os jogos universitários, que aconteceriam entre 31 de outubro e 2 de novembro.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.