PC prende empresário que locava material para explosão de caixa eletrônico em Goiânia

Grupo da Polícia Civil apreendeu instrumentos cortantes e artefatos explosivos

O Grupo Antirroubo a Bancos da Delegecia Estadual de Investigação Criminal (DEIC) prendeu nesta semana homem apontado como proprietário de uma empresa acusada de locar instrumentos comumente utilizados no corte de caixas eletrônicos, além de artefatos explosivos.

Helmar Magalhães dos Santos foi atuado por delito de receptação qualificada. A polícia apreendeu, durante a ação, sete motocicletas com restrições de roubo e furto, furadeiras eletromagnéticas, serra-copo e maçaricos.

Também foram presos Rômulo Ferreira Barbosa, que se apresentava falsamente como policial civil lotado Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores, e Erivanaldo Alves de Souza, ex-funcionário da empresa, que se encontra no cumprimento de regime aberto, com tornozeleira eletrônica, pelo delito de roubo.

As investigações continuam para verificar a procedência da denúncia inicial, assim como verificar a destinação final das motocicletas apreendidas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Caio

Empresário não, bandido!