PC conclui investigação e prende autor do assassinato de idosa de 81 anos morta no Jardim América

Trata-se de Bruno Fernandes dos Santos, de 25 anos. Ele foi preso no município de São Luís de Montes Belos, na última sexta-feira, 5, onde confessou o crime

Foto: Reprodução

A Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), por meio do trabalho desempenhado pelo Grupo de Repressão a Roubos (Garra), concluiu as investigações do inquérito policial que apurava a autoria, motivação e circunstâncias da morte de Dalva Borges da Cunha, de 81 anos, no Jardim América, em Goiânia.

Dalva foi encontrada já sem vida por sua filha, na manhã do dia 2 de fevereiro deste ano, em sua residência, situada na Rua C-157. Após três dias de buscas, a Polícia Civil conseguiu identificar o autor do delito. Trata-se de Bruno Fernandes dos Santos, de 25 anos. Ele foi preso no município de São Luís de Montes Belos, na última sexta-feira, 5.

O suspeito confessou o crime e informou que conhecia a vítima, pois prestou serviço de serralheria para ela cerca de duas semanas antes do crime. Alegou que, no dia anterior ao crime, fez uso de drogas ilícitas e bebidas alcoólicas, o que acabou fazendo com que faltasse ao serviço.

Diante da situação, seu empregador tomou o aparelho celular que havia lhe dado como forma de antecipação de salário e o demitiu. Foi então que o autor disse ter lembrado da situação de vulnerabilidade da vítima, que morava sozinha e costumava guardar dinheiro em espécie na residência, e resolveu praticar o roubo.|

Ele se dirigiu a pé até a residência da vítima, tocou o interfone e alegou que precisava medir uma das grades que tinha ajudado a instalar. A vítima abriu o portão e, poucos minutos depois, o autor iniciou o roubo, passando a agredir fisicamente a vítima, com diversos golpes na região craniana.

O laudo cadavérico ainda não foi concluído, mas as lesões verificadas no local de crime possibilitam pressupor que o autor utilizou as próprias mãos para atacar a vítima, batendo sua cabeça contra o piso.

Depois, Bruno Fernandes aproveitou para subtrair os bens da vítima. Em seu interrogatório, o autor afirmou que retirou a quantia de R$ 200,00 em dinheiro, que estava em uma carteira, além do aparelho celular, o qual foi descartado em um saco de lixo.

No dia de sua prisão, o autor do crime foi encontrado com porções de maconha, uma balança de precisão, além de dinheiro em espécie. Entrevistado, confirmou que adquiriu as drogas para revenda, a fim de custear suas despesas no município de São Luís, onde estava escondido.

O homem foi preso em flagrante pelos crimes de latrocínio e tráfico de drogas. Foi ainda submetido a audiência de custódia, no dia 6 de fevereiro, quando foi decretada sua prisão preventiva pelo juízo após representação da Polícia Civil.

Ele foi recolhido na unidade prisional à disposição da Justiça. Após diligências complementares, o inquérito policial deve ser finalizado no prazo legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.