PC conclui inquérito sobre furto de R$ 15 mil do cofre da Prefeitura de Formosa

Quantia arrecadada pela bilheteria do Parque Municipal do Itiquira, durante o Carnaval, foi subtraída por servidor municipal

Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais de Formosa (Gepatri), concluiu as investigações sobre o desaparecimento de aproximadamente R$ 15 mil de um cofre da Prefeitura Municipal de Formosa. A quantia era oriunda da arrecadação da bilheteria do Parque Municipal do Itiquira, durante o Carnaval, e foi subtraída por um servidor municipal.

No dia 6 de março deste ano, o malote que deveria conter os valores foi encontrado vazio. O poder público acionou a Polícia Civil que realizou as primeiras diligências e perícia no local. Foram coletadas impressões digitais e apreendidas imagens do circuito de câmeras de segurança do prédio.

Nesta semana, a Polícia Civil apresentou o relatório final do inquérito, que traz o servidor municipal Ricardo Maciel Dourado como o responsável pelo desaparecimento dos valores. Segundo as investigações, o suspeito levava o dinheiro arrecadado para sua casa, ao invés de guardá-lo no cofre da Prefeitura.

Ricardo apropriou-se de valores que tinha a guarda em razão do cargo, cometendo assim o crime de Peculato, cuja pena máxima pode chegar a doze anos de reclusão. Ainda, foram representadas medidas cautelares diversas da prisão para que o servidor seja afastado das atividades a fim de não interferir no andamento dos trabalhos processuais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.