Paulo Trabalho aposta em mobilização coletiva para “melhora radical” ou encampação da Enel

“Assim, é bem provável que consigamos fazer com que a Enel melhore radicalmente ou perca a concessão no Estado”, argumenta o parlamentar

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O deputado estadual Paulo Trabalho conversou com o Jornal Opção sobre o andamento da possível encampação da Enel. O fato do governador Ronaldo Caiado (DEM) ter entregue uma representação contra a empresa ao procurador-Geral da República, por exemplo, expressou, na visão de Trabalho, o sentimento coletivo da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e outras lideranças políticas de Goiás.

“O governador tem o nosso respaldo para proceder como chefe do Executivo e fazer as cobranças necessárias a nível federal”, garantiu o parlamentar. Na visão de Trabalho, mobilizando os deputados federais, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), a Procuradoria-Geral da União (PGU), “é bem possível que consigamos fazer com que a Enel melhore radicalmente ou perca o direito de concessão no Estado”.

“No passado achávamos que a situação estava ruim [quando a Celg-D era detentora do serviço de distribuição de energia elétrica em Goiás], mas ela estava sob controle do Estado. Era possível fazer as mudanças necessárias de maneira rápida. Na situação atual não temos qualquer autonomia sobre a Enel a não ser fazer cobranças na tribuna e apresentar projetos como esse [de encampação da empresa]”, pontuou o parlamentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.