Paulo Garcia: “Para o BID, Macambira-Anicuns é o projeto mais importante do planeta”

Prefeito de Goiânia vai aos Estados Unidos no próximo dia 27 de setembro prestar contas à instituição financeira internacional

Paulo Garcia viaja para os EUA no dia 27 | Foto: Facebook Prefeitura

Paulo Garcia: “É mais uma missão rotineira e ordinária, que temos de fazer todo ano” | Foto: Facebook Prefeitura

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) considera o projeto do Programa Macambira-Anicuns o mais importante do mundo em construção. Pelo menos é o que avalia o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT). Em entrevista ao Jornal Opção Online durante sessão da Câmara de Vereadores Itinerante nesta quinta-feira (17), na Região Noroeste, o petista afirmou que vai a Washington, Estados Unidos, no próximo dia 27, prestar contas à instituição financeira.

“É mais uma missão rotineira e ordinária, que temos de fazer todo ano. Porque o BID considera o Macambira-Anicuns o mais importante projeto em execução financiado por ele em todo o planeta. Agora com maior alegria, pois vou mostrar que entregaremos parte dele no aniversário de Goiânia, em 24 de outubro”, disse, referindo-se ao Parque Ambiental Macambira (PAM) e o Parque da Vizinhança 2.

Paulo Garcia viaja no próximo dia 27 de setembro e retorna no dia 3 de outubro. Segundo o prefeito, sempre no segundo semestre de cada ano o Banco convoca para a reunião de governadores do BID. Na reunião, será feita apresentação do desenvolvimento das obras.

Histórico

O Programa Macambira-Anicuns foi idealizado em 2003 pelo ex-prefeito Pedro Wilson (PT) — atual Secretário Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas—, e assumiu lugar de destaque nas discussões de preservação ambiental na cidade, dado o seu tamanho. Porém, começou a sair do papel em meados de 2011 com a assinatura do contrato de empréstimo com o BID, além das ações do Paço Municipal na parte inaugural do Parque Linear Macambira, no Setor Faiçalville.

Em 2012, quase dez anos depois da idealização do projeto, foi aberta licitação para execução da obra. A Empresa Sul Americana de Montagens S/A (Emsa) venceu para executar a primeira etapa, por R$ 185 milhões. Pouco mais de três meses depois, pediu aditivo no contrato em relação tanto na previsão de entrega, até então de 210 dias, quanto no valor a receber.

A prefeitura e o BID negaram. A Emsa abandonou canteiro e o distrato do contrato passou a ser discutido na Justiça, o que, consequentemente, atrasou a realização de uma nova licitação e a continuação da obra, visto que o distrato foi concluído em 2013.

A nova licitação só ocorreu em 2014, em que o consórcio formado pelas empresas Sobrado Construção, GAE e Elmo venceu sem ter tido qualquer concorrente.

O Parque da Vizinhança 2, a ser inaugurado no mês que vem, tem quadras poliesportivas de futebol, playground, academias de ginástica e a primeira quadra pública de tênis da cidade, além de pista de skate.

Já o Parque Ambiental Macambira (PAM) tem 25,5 hectares e conta com parques de areia para crianças, núcleo socioambiental e de esta, e Praça das Esculturas. A região deve contar também com uma escola de tempo integral no Residencial Itamaracá e duas Unidades de Atenção Básica a Saúde da Família nos Conjunto Rodoviário e São Francisco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.