Paulo Coelho pede para que Bolsonaro seja barrado em assembleia da ONU

Entre os que participarão da assembleia, Bolsonaro é o único líder que alega não ter se imunizado contra Covid-19

Em sua rede social, Paulo Coelho, fez pedidos para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja barrado na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que será realizada em Nova York, no próximo dia 21. Em seu Twitter, o escritor pede ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que barre a participação do presidente do Brasil por ele não estar vacina contra Covid-19.

A liberdade de Paulo Coelho em pedir que Bolsonaro seja barrado tem motivo. O escritor, foi designado, em 2007, como ‘Mensageiro da Paz’ pela ONU.

Em sua mensagem o escritor diz: “António Guterres, sei que não pode impedir a entrada de mandatários, mas seria uma vitória proibir a comitiva do presente brasileiro de entrar. Não estão vacinados – mau exemplo hoje estampada em todos os jornais do mundo”, postou. Ele assinou como ‘Mensageiro da Paz’ da ONU. 

Tradicionalmente, o chefe de Estado brasileiro faz o primeiro discurso entre os líderes no evento, marcado para o próximo dia 21. Entre os que participarão da assembleia, Bolsonaro é o único líder que alega não ter se imunizado contra Covid-19. Nesta semana, em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro voltou a repetir que não havia tomado vacina contra a doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.