Paulo Beringhs garante que permanece na política mesmo após retirada de pré-candidatura

Decisão de remover jornalista da disputa foi do presidente do Patriotas, Raniery Nunes

Jornalista Paulo Beringhs é retirado da pré-candidatura ao governo de Goiás pelo Patriota | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Em menos de duas semanas como governadoriável, Paulo Beringhs teve sua pré-candidatura cortada pelo presidente do Patriotas, Raniery Nunes, sem que lhe fosse dada uma escolha. Ao menos é o que garante o jornalista em entrevista ao Jornal Opção.

“Retiraram a minha pré-candidatura contra a minha vontade, contra a vontade do povo e dos meus colegas”, declarou ele completando que não vai desistir de suas opiniões “incomode a quem incomodar”.

O jornalista também disse que, nesta quinta-feira (2/8), irá anunciar como seguirá sua caminhada em defesa ao Estado de Goiás, confirmando que continuará na política.

Patriotas

Segundo Raniery Nunes, a decisão de “desistir” de Paulo Beringhs  foi tomada em conjunto com Santana Pires, vice-presidente do Patriota. Os dois respondem pela sigla no Estado.

“A partir de agora, o partido vai ouvir os principais candidatos a governador, como José Eliton, do PSDB, Ronaldo Caiado, do DEM, e Daniel Vilela, do MDB. Na sexta-feira [3/8] deveremos apontar qual candidato a governador vamos apoiar”, disse. José Eliton será ouvido nesta quarta-feira (1º).

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luciano Almeida

Provado e comprovado: partidos de caráter “nanico” e moral “de aluguel” estimulam candidaturas num primeiro momento para negociá-las mais à frente. O eleitor, sem opções e alternativa, cada vez mais se afasta da política e evita os políticos. Tempos sombrios para uma democracia frágil. Lamentável.