Pastor vai participar de carnaval e ajudar a compor enredo da Mangueira

Tema da escola de samba já causou polêmica por trazer figura de Jesus defendendo crenças contrárias às cristãs

Henrique Vieira é professor, cientista social, historiador, teólogo, pastor e ator. Foto: Reprodução.

O pastor da Igreja Batista do Caminho, Henrique Vieira, vai desfilar na Estação Primeira de Mangueira no Carnaval 2020. Além disso, ele vai ajudar a escola de samba na composição do enredo intitulado “A verdade vos fará livre”, que já causou polêmica por trazer figura de Jesus defendendo crenças contrárias às cristãs.

O pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói, Renato Vargens, comentou a decisão do colega. “Ora, não me surpreende a ação do ‘pastor’ em participar do carnaval carioca. Aliás, esse senhor não pode sequer se considerado evangélico” declarou.

“Além de defensor da teologia liberal, Vieira relativiza as Escrituras promovendo conceitos absolutamente antagônicos a Palavra de Deus, justificando o pecado, defendendo o aborto, negando portanto valores tão caros ortodoxia evangélica. Na verdade, esse senhor além de não representar os evangélicos desconhece o significado do conceito bíblico de pecado, amor e justiça, demonstrando com isso nunca ter conhecido de fato àquele que advoga conhecer” completou Vargens.

Ameaça ao código tradicional

Em outubro de 2019, Henrique Vieira participou do debate “Democracia em Colapso?”, promovido pelo Sesc e pela Boitempo, no Sesc Pinheiros, em São Paulo, onde definiu os evangélicos conservadores como fundamentalistas.

“Para os fundamentalistas, há uma verdade e uma tradição que estão sendo corroídos pelas feministas e pelos LGBTs. Há um senso de que os corpos em movimento na história estão acabando com essa verdade e são uma ameaça ao código tradicional. Mas domesticar o corpo é também anular a potencialidade subversiva de reinventar o mundo” afirmou.

Vieira é professor, cientista social, historiador, teólogo, pastor e ator.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.