Pastor Silas Malafaia propõe boicote a Disney e vira piada nas redes

Indiciado por lavagem de dinheiro, o religioso fez um escarcéu por conta de um beijo gay transmitido nos EUA

Beijo gay transmitido por estúdios Disney despertou a ira do religioso | Reprodução

Indiciado por lavagem de dinheiro pela Polícia Federal no âmbito da Operação Timóteo, o pastor Silas Malafaia voltou a causar polêmica em suas redes sociais nesta semana, iniciando uma verdadeira cruzada contra os estúdios Disney.

O pastor ficou irritado após a multinacional transmitir um beijo entre dois homens em um dos seus desenhos animados na TV americana. “Inadmissível o que esses inescrupulosos querem ensinar às crianças”, bradou o líder da Assembleia de Deus no Twitter.

Após várias postagens sobre o tema, o religioso ainda publicou em seu canal do YouTube um vídeo com o título “Protesto! Disney quer erotizar crianças com homossexualismo!”. (Veja abaixo)

Antes mesmo de postar o vídeo, entretanto, Malafaia já havia virado piada nas redes por propor boicote à companhia multinacional, hoje, o segundo maior conglomerado de mídia e entretenimento do planeta por receita. “Qual desenho que o Malafaia assistia para aprender a lavar dinheiro?”, questionou um internauta.

3 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sebastião

Essa criatura deveria ser chamado de MENTIRA. é ridículo demais para ser verdade.

Edimar

Jesus também era criticado e até morreu na cruz, por falar a verdade. Silas Malafaia tem o meu respeito.

Amanda Ribeiro

Que eu saiba Jesus nunca incentivou ódio e nem preconceito…

Junior Oliveira

Que eu Saiba Jesus Nunca foi indiciado pela PF por lavagem de dinheiro, nem pregou o ódio so por as pessoas serem ”diferentes”

Robinson Farah

Esse tipo de gente vive alheio ao mundo real onde existem problemas urgentes precisando de solução: fome, desemprego, violência etc. Elegem um bode expiatório (já foram as outras religiões, como os “católicos idólatras” ou os afro-brasileiros “macumbeiros”). No momento atual, são os gays e os socialistas. Depois polarizam a atenção do povo fanatizado na direção disto, como se todo o mal existente decorresse da existência deste objeto do seu ódio (gratuito, diga-se de passagem). Ora, qualquer pessoa medianamente inteligente e não vitimada pela lavagem cerebral religiosa percebe logo que eles exploram os preconceitos do povo, que sempre o fizeram, e… Leia mais