Passe Livre já tem 50 mil inscritos; prazo termina em março

Em 2020, programa deve beneficiar 100 mil estudantes. Gastos com o programa irão totalizar R$90 milhões

Foto: Divulgação

O Programa Passe Livre Estudantil (PLE), coordenado pela Secretaria de Desevolvimento Social (Seds), já tem 50 mil inscritos, de acordo com informações do governo de Goiás. O processo de inscrição no programa se iniciou no dia 20 e o prazo final é dia 31 de março. Os estudantes cadastrados são da Região Metropolitana de Goiânia e Anápolis.

Os depósitos dos créditos serão realizados de acordo com os calendários letivos das instituições de ensino. Para os estudantes que já terão aula em fevereiro, o primeiro depósito deve acontecer no próximo dia 3. A secretária Lúcia Vânia, da Seds, acredita que cerca de 100 mil alunos serão beneficiados pelo PLE em 2020 e que o custo para o governo é de R$90 milhões.

São depositados no cartão do estudante 48 passagens mensais de transporte público coletivo. Além de todos os documentos pessoais, como RG, CPF, endereço e foto 3×4, o inscrito também deve apresentar comprovante de matrícula. Os estudantes da Região Metropolitana devem se cadastrar pelo site, enquanto em Anápolis o atendimento é realizado pelas agências de Vapt Vupt ou URBAN. Caso abandone o benefício durante o ano, ele será cancelado. Os depósitos das passagens são realizados no primeiro dia útil de cada mês, a partir de fevereiro.

Os municípios onde os estudantes têm o benefício são Abadia de Goiás, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Goiânia, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Nerópolis, Nova Veneza, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.