Partidos lançam frente com pré-candidatos que defendem pautas LGBTQI+

Grupo formado por pré-candidatos a vereadores pelo Psol, PT, Avante, Rede e PDT fazem compromisso com pautas LGBTQI+ por representatividade na Câmara de Goiânia

Fabrício Rosa, pré-candidato a vereador de Goiânia pelo Psol | Foto: Divulgação

Às 20h deste sábado, 12, ocorre o lançamento da Frente pela Vida e pela Diversidade. O evento será virtual e transmitido por meio deste link no YouTube.

A frente irá contar com candidatos de diversos partidos que se comprometeram a debater políticas públicas da comunidade LGBTQI+. Fazem parte do grupo os pré-candidatos a vereadores em Goiânia Fabrício Rosa (Psol), Thiago Henrique (PDT), Weliton Pina (Psol), Daniel Mendes (PT), Beth Caline (Psol), Hugo Leonardo (Rede) e Ludmila Rosa (Avante), que também lançarão suas pré-candidaturas ao legislativo goianiense.

“São sete candidaturas que estão montando uma frente se comprometendo a discutir pautas LGBTQI+ caso um de nós seja eleito. Nós precisamos de uma casa de acolhida. Recebo denúncias todos os dias de adolescentes expulsos de casa, vivendo nas ruas por serem LGBTQI+, de transfobia, homofobia, lesbofobia, tanto da injúria, quanto da violência física”, afirmou Fabrício Rosa.

“Faço parte de uma associaçaõ de policiais LGBTQI+, que é a Rede Nacional de Operadores de Segurança Pública Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Intersexos e mais (Renosp-LGBTQI+). Ela acolhe vítimas de LGBTfobia. Leva até a delegacia, ao Ministério Público… Recebo muitas denúncias de violações.”

As candidaturas defende a importância de LGBTQI+ ocuparem cargos políticos para defender as pautas e a vida das pessoas que fazem parte deste grupo vulnerabilizado.

“A Parada do Orgulho LGBT não está no calendário oficial de Goiânia, o que é um aburdo, já que a Parada é o maior evento público do Estado, com 150 mil pessoas. Estar no calendário estadual significa desburocratizar uma série de acessos à Prefeitura, como palco, banheiro químico, burocracias internas. Temos uma série de demandas na saúde, educação… demandas próprias, não ter um vereador LGBTQI+, alguém que nos represente, faz muita falta. Essa frente vem nesse sentido”, disse ao Jornal Opção.

Confirmaram presença no evento Adriana Accorsi (Pré-candidata a prefeita de Goiânia pelo PT), Manu Jacob (Pré-candidata a prefeita de Goiânia pelo Psol), Maria Ester (Pré-candidata a prefeita de Goiânia pela Rede), Amanda Anderson (Presidena Nacional do PDT Diversidade), Rita de Cássia (GCG), além de outras lideranças políticas e ativistas.

Conheça os pré-candidatos:

Fabrício Rosa (Psol)
Beth Caline (Psol)
Weliton Pina (Psol)
Daniel Mendes (PT)
Thiago Henrique (PDT)
Hugo Leonardo (Rede)
Ludmila Rosa (Avante)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.