Partidos da oposição disputam apoio de bloco formado por PTN, Pros, PCdoB, PRTB e PPL

Segundo o presidente do PTN, Francisco Gedda, definição do grupo deve sair na semana que vem, com grande possibilidade de indicar candidato a vice. PT, PMDB e PSB solicitaram encontros com representantes do bloco

Em busca de um novo pré-candidato a governador para apoiar depois da retirada da pré-candidatura de Júnior Friboi (PMDB), o bloco formado por PTN, Pros, PCdoB, PRTB e PPL tem se reunido com representantes de diversas legendas para tentar fechar um acordo para estas eleições. Uma reunião foi realizada nesta quarta-feira (4/6) com o presidente estadual do PT, Ceser Donisete, e novos encontros devem ocorrer nos próximos dias.

O presidente do PTN, Francisco Gedda, ressaltou que o passe do bloco é muito visado pelos partidos com pré-candidatos ao governo, em particular graças ao tempo de TV que seu apoio concederia, de cerca de 2min30. Por isso, o PMDB, de Iris Rezende, e o PSB, de Vanderlan Cardoso, já solicitaram reuniões com o grupo.

Gedda explicou que nesta semana os presidentes dos cinco partidos vão apenas “ouvir”, e que a decisão será tomada na semana que vem. De acordo com ele, o presidente do PT cogitou a possibilidade de oferecer a vice de Antônio Gomide a um representante do grupo, mas uma definição só virá após ouvir as outras duas propostas.

Quanto ao PMDB, Gedda contou que, quando recebeu a ligação de seu presidente, Samuel Belchior, disse que preferia que uma reunião fosse realizada apenas quando a sigla tiver um pré-candidato oficializado. “Se eles nos oferecerem uma vice, seríamos da vice de quem?”, questionou, lembrando que em momentos distintos os dois pré-candidatos do partido, Iris e Friboi, divulgaram cartas anunciando a retirada de seus nomes da disputa.

“Caso as propostas dos partidos não agradem os representantes dos cinco integrantes do bloco, formaremos uma chapa para deputado e cada um tem a liberdade de procurar quem vai apoiar para governador”, declarou Gedda.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.