Parte de viaduto desaba na região central de Brasília

Estrutura que faz parte do Eixão Sul desabou sobre veículos no início da tarde desta terça-feira (6/2). Corpo de Bombeiros informou que não houve vítimas

Uma parte de um viaduto do Eixão Sul, principal via de Brasília, desabou no início da tarde desta terça-feira (6/2), no centro da capital federal. O Corpo de Bombeiros informou que não há vítimas. A estrutura fica perto do Setor Comercial Sul e do Setor Bancário Sul.

O desabamento ocorreu por volta do meio-dia em um local de grande circulação, atingindo parcialmente um restaurante. O local é usado como estacionamento pelas pessoas que trabalham em prédios próximos. Os motoristas foram autorizados a fazer a retirada dos veículos que estão perto da parte que desabou.

A parte do viaduto que desabou é toda faixa da pista no sentido Asa Norte. Neste momento, o eixo rodoviário está interditado ao tráfego e não há previsão para liberação do trânsito.

O Eixo Rodoviário de Brasília, mais conhecido como Eixão, liga os extremos das asas sul e norte, que são os principais bairros da capital.

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), esteve no local do acidente. Segundo ele, o governo centrará esforços na recuperação da área. “Estamos avaliando o que fazer para recuperar o viaduto. Todos os órgãos de governo que podem contribuir estão aqui”, disse Rollemberg, referindo-se à Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a secretarias de governo.

Perguntado se o governo está fiscalizando adequadamente as estruturas de prédios e vias da capital federal, o governador admitiu que, apesar de áreas próximas ao desabamento terem passado por reforma, não houve manutenção no ponto onde aconteceu o acidente. “Brasília é uma cidade que está envelhecendo. Estamos fazendo obras mas, infelizmente, essa é uma área onde não foi feita manutenção”, lamentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.