Parque do Cerrado será construído com recursos do governo do Estado, município e iniciativa privada

Projeto prevê construção de passarela sobre a GO-080 e teleférico para circulação sobre o parque, além de cinema ao ar livre e espaços para prática de esportes

Em evento de lançamento do Parque do Cerrado realizado na noite da última terça-feira (14/3), o governador Marconi Perillo (PSDB) anunciou que o governo do Estado entrará com um oitavo dos recursos para a construção do novo parque. “Esse será o maior parque ambiental de Goiânia e o governo do Estado não poderia deixar de apoiar um projeto que traz grandes benefícios à população”, afirmou Marconi.

O Parque do Cerrado terá área total de 14 héctares e contará com equipamentos e espaços de convivência urbana e para a prática de esportes ao ar livre. A construção do parque, que vai abranger a área do Paço Municipal ao Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), se dará por meio de Parcerias Público Privadas (PPPs).

Está prevista também a construção de uma passarela sobre a rodovia GO-080, que vai permitir o trânsito de frequentadores do Paço e do CCON, e de um teleférico para circulação sobre o parque, além pistas de cooper, ciclismo e fontes luminosas.

O Parque
Projeto do Parque do Cerrado | Foto: Humberto Silva

Projeto do Parque do Cerrado | Foto: Humberto Silva

O Parque do Cerrado, que tem 706 mil metros quadrados, vai ter até cinema ao ar livre. A previsão é que a construção do parque, que será dividido em oito setores com 65 diferentes atrações, seja concluída em até cinco anos. O custo das obras é estimado em R$ 100 milhões.

O projeto prevê a construção de um anfiteatro feita com materiais recicláveis. O espaço, que é aberto e composto por palco e arquibancadas, utilizará energia solar. A segurança do parque será feita por câmeras de segurançae por rondas da Guase Civil Metropolitana.

Em termos territoriais, o Parque do Cerrado ocupará uma área correspondente a cerca de oito vezes o tamanho do Vaca Brava. “Penso que o Parque do Cerrado será histórico para Goiânia. Temos 34 parques (incluindo o Macambira Anicuns), mas esse é o primeiro pensado de forma colaborativa. Esse não é um projeto da Prefeitura de Goiânia, mas de toda a comunidade goianiense”, ressaltou o prefeito Paulo Garcia (PT) em sua fala durante a cerimônia.

O parque contará ainda com pedalinhos; pontos de internet sem fio; quadras de tênis, paddle e poliesportiva; pistas de skate, mountain bike e patinação; zona para prática de slackline; playgrounds; ciclovias e ciclofaixas; locais que oferecerão ferramentas para bicicletas, bebedouros e compressor de ar para pneus; sistema público de locação de bicicletas; espaço para exposições temporárias; campo de futebol de areia; parede de escalada; feira de alimentos orgânicos; área para food trucks; entre outras atrações.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.