Parlamento europeu bloqueia acordo com Brasil

Políticas ambientais do governo, em especial sobre falta de proteção à Amazônia, justificam não ratificação de tratado entre UE e Mercosul

União Europeia bloqueia acordo com Mercosul. | Foto: EPA/Patrick Seeger

O parlamento europeu bloqueou, em votação na última terça-feira (19), qualquer avanço na ratificação de acordo comercial entre União Europeia e Mercosul. A decisão foi tomada por conta das políticas ambientais do governo federal e por questões sociais e de direitos humanos.

Uma emenda apresentada ao tratado foi aprovada com 452 votos favoráveis, 170 contra e 76 abstenções. O texto enfatiza que o acordo entre UE e Mercosul não pode ser ratificado, pois o bloco sul-americano não garante proteção de biodiversidade, em especial na Amazônia, nem padrões agrícolas.

O bloqueio representa derrota para diplomacia brasileira. Negociado durante 20 anos, o acordo foi fechado em 2019, mas precisava de ratificação para entrar em vigor. A recusa em aprovar o tratado é vista pelo governo brasileiro como estratégia de um lobby agrícola protecionista, que não quer concorrência de produtos do Mercosul.

Ecologistas negaram o lobby e comemoraram o bloqueio. Apesar das negociações seguirem, observadores em Bruxelas não creem na ratificação do acordo em 2022. A política de Bolsonaro é empecilho para aprovação do tratado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.